domingo, 26 de fevereiro de 2012

0comentários
Há folhas no chão
O outono chegou
O céu azul está se tornando cinza
Assim como o meu amor

Eu tento te levar comigo
E te completar
Mas isso nunca foi o bastante
Eu devo ir...

E quem vai salvar você
Quando eu me for?
E quem vai cuidar de você
Quando eu me for?

Eu não posso prosseguir
E deixar você perder isso tudo
É mais do que posso aguentar
Quem vai confortar sua dor?

E quem vai salvar você quando eu me for?
E quem vai cuidar de você?
E quem lhe dará força quando você não está forte?
E quem vai cuidar de você quando eu tiver ido embora?

Há neve no chão
O inverno chegou
Você deseja ouvir minha voz
Mas eu parti há muito tempo...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Pensamentos “SEM SENTIDO”.

1 comment
Cada frase dita, nada mais é do que um emaranhado de palavras, palavras que separadas nada dizem.
Suas seqüências e organização dão sentido, a cultura, a educação, a saúde, dá sentido à vida.
Posso lhe dizer milhões de palavras, mais se você não conhecer o sentido, de nada valerá.
É o sentido que te faz entender equações complexas, livros de grandes autores, poesias, músicas e até mesmo as leis.
Leis que hoje em dia não fazem muito sentido, mais talvez fizessem na época que foram criadas, ou foram criadas para evitar problemas de uma outra época passada, até porque, se nunca aconteceu, não há sentido haver tal lei.

Sentido este que nos segue, nos persegue.
Como entender uma palavra como “PAZ” se nunca houve “GUERRA”, “AMOR” se nunca sentiu “ÓDIO”, MÃE se nunca teve um “FILHO”. Essas palavras se completam, porque sem uma, a outra se anula, não havendo sentido para existir. Não há palavra para a ausência da “DOR” pois não sabemos viver sem ela, seja ela física, emocional ou espiritual. Por um breve momento temos o “ALIVIO”, mais qual seria o oposto da “DOR”? Qual a melhor palavra para usar? Qual seria o sentido dela?

Sempre há muito mais do que se mostra, nas palavras há emoções dissolvidas, sempre haverão palavras subtendidas em frases, ocultas em versos, longe da compreensão daqueles que não as sentem. Mais praqueles que vêem seus sentidos, elas não precisam se quer serem escritas, pois elas estarão lá, ocultas, mais sempre estiveram lá, e quando você chegar a entender, elas aparecerão também para você.

Existem também as embalagens que mostram mais do que na realidade são, elas são cada vez mais bonitas, coloridas, atrativas para quem as vê, mesmo que seus conteúdos sejam o oposto do que elas mostrem, elas estão ali para atrair sua atenção.
O mesmo digo dos enfeites, eles escondem algo por baixo, algo feio, ou menos belo que os próprios enfeites, por que se fossem mais bonitos que o mesmo, para que enfeitá-los? Os enfeites servem para dar boa aparência, assim como as embalagens. Então cuidado sempre que algo te chamar a atenção por sua
aparência, desconfie, análise, pois há algo que essa beleza esconde, ou que você simplesmente não vê, por estar impressionado por tamanha beleza.

Com tudo isso, ainda assim, você só se lembrará de uma palavra neste texto: “Sentido”, mais não porque ela agora faça algum sentido para você, mais sim por tantas vezes que eu a repeti, e é isso que mais me preocupa.
Nós, todos os dias somos bombardeados por milhares de informações repetidas, para que entrem em nossa cabeça, em nosso cotidiano, em nossa vida, sem ao menos pararmos para pensar sobre o assunto. Estamos absorvendo tudo que nos mostram, sem tirar conclusões próprias, estão nos educando à sua maneira, não mais apenas informando, e sim formando opiniões a partir de pequenos grupos de muito poder, que dominam uma grande massa não-pensante.
Mais o que a grande massa não sabe ainda, é que esse poder não vem do dinheiro, nem da posição ou
classe social, também não vem da profissão que você exerce, ele vem da educação, mais não a educação vendida por eles próprios, nem da que se aprende na escola, vem de uma educação que não se compra, não se vende e não se ensina, esse poder vem do PENSAMENTO PRÓPRIO.



Léo Sumar, 08-05-10

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

amor incondicional

0comentários
Me destes o sol, que aquece minha pele, e a luz que da a vida.
Me deu a lua pra iluminar minha escuridão.
Me deu o arco-iris depois de um dia de tempestade.
As mais belas inspirações para ser feliz.
Me destes a arte, e a capacidade de ser o que eu quiser.
Me amou em meio as escolhas erradas que fiz.
Me perdoou quando eu não estive arrependido.
E me deu sem que eu nem mesmo precisasse pedir.
Esteve comigo quando te neguei.
Quando eu sumi você me trouxe de volta.
Quando eu cai me estendeu as mãos.
Enxugou minhas lagrimas e eu te virei as costas.
Deu sua vida para que eu pudesse viver, e da maneira mais egoista eu a disperdicei.
Estava morto e me ressucitaste e ainda assim não vivi para ti.
Me amas ainda assim, mesmo eu não tendo nada para oferecer.
Me amas mesmo eu merecendo o odio.
Estás ao meu lado, quando eu merecia a solidão.
Quando me chamou eu não quis ouvi-lo.
E ainda assim me ama.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Tempo de conquista

0comentários
Escolha bem quem está ao seu lado, conforme o lugar que deseja chegar.
Nós traçamos nosso caminho através de nossas escolhas.
Ande devagar, não tenha pressa, e assim você aproveitará cada momento, pois você irá sentir falta.
Eles jamais voltarão. Acredite.
Você irá sentir falta ...
De cada vez que os olhares se cruzaram e você o desviou, sentirá falta de um olhar sincero.
De cada vez que interrompeu um abraço, sentirá falta de um abrigo, um peito amigo em que se agarrar.
De cada momento que se importou mais em estar com a razão, e perdeu tempo discutindo.

Pois se existe algo nesse mundo que é permanente é o caráter que se constrói ao longo dos anos.
O resto se conquista e é transitório.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

0comentários
“Não vá pensar que sou um dramalhão
Nem que é minha forma de auto-promoção”


Se eu me esforço muito, é pra ser alguém que não sou, talvez alguém que gostaria de ser às vezes, mas nem sempre é fácil escolher o certo. 
A inversão de valores, hoje em dia parece ser tão natural que te torna mais humano.
Optar pelo errado parece ser mais agradável a todos, o certo é tão inexplorado que amedronta.
E quando se escolhe o certo, desagrada à maioria, afinal, ninguém gosta do que não conhece. O diferente é o recluso, ou você se iguala ou o exclui.
Se tentar fazer tudo certo me torna alguém menos errado, é certo dizer que a cada acerto me distancio de mim mesmo e daqueles de quem quero me aproximar.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

0comentários
Ignorar os sentimentos não quer dizer que eles não existam.
Adormecê-los, se mantendo forte, indiferente e racional, é racionalmente estúpido.
Mascarar, só te torna apático.
Não ouvi-los, não os impedem de gritar, e é no silencio da noite que você vai ouvir.
Quando todas as luzes estiverem apagadas e sua mente cansada, é quando eles brincarão com os teus sentidos, Irão te envolver num mar de medos e receios, te cegar, te cansar, te iludir.
Eles te ignoram, assim como você os ignorou.
Brincar com os sentimentos é permitir que eles brinquem com você.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Para estar curado, basta não estar enfermo?

2comentários
O retrospecto exalta a falta de coragem, o receio que é resultado da dor passada, não curada, mas cicatrizada, uma ferida indolor, mas traumatizada, que te impede de seguir em frente com os pés no chão. 
Fisicamente os passos estão firmes e seguros, mas na mente o receio faz minhas pernas bambearem e tremerem a cada passo que leva a maiores emoções, que certamente calarão a razão e fará perder o controle.
A experiência me faz questionar se realmente vale trocar a segurança e o conforto do momento por algo instável, excêntrico, egoísta e ao mesmo tempo com alto nível de entrega, de exposição e de sentimentos aflorados, que não se explica em palavras e mal se entende os motivos, mas que causam prazeres e tornam dependente de alguém, e que ao mesmo tempo conta com você para se fazer necessário e útil.
Em outras palavras, permitir-se apaixonar é aventurar-se em algo que não se sabe como irá terminar.
 

A Janela da mente. Blak Magik is Designed by productive dreams for smashing magazine Bloggerized by Ipiet © 2008