quarta-feira, 31 de agosto de 2011


“Não vá pensar que sou um dramalhão
Nem que é minha forma de auto-promoção”


Se eu me esforço muito, é pra ser alguém que não sou, talvez alguém que gostaria de ser às vezes, mas nem sempre é fácil escolher o certo. 
A inversão de valores, hoje em dia parece ser tão natural que te torna mais humano.
Optar pelo errado parece ser mais agradável a todos, o certo é tão inexplorado que amedronta.
E quando se escolhe o certo, desagrada à maioria, afinal, ninguém gosta do que não conhece. O diferente é o recluso, ou você se iguala ou o exclui.
Se tentar fazer tudo certo me torna alguém menos errado, é certo dizer que a cada acerto me distancio de mim mesmo e daqueles de quem quero me aproximar.

0 comentários:

Postar um comentário

 

A Janela da mente. Blak Magik is Designed by productive dreams for smashing magazine Bloggerized by Ipiet © 2008